Formação profissional

 

Doutorado

 

Mestrado

 

Publicações

 

Áreas de interesse

 

Poesias

 

Links

 

Voltar a página principal

 

 

 

Sonhar é preciso

 

Sonhar é sair pela janela da liberdade,

é vaguear pelos caminhos

proibidos ou não.

É, sem ter um rumo qualquer,

ter um alvo a perseguir:

a felicidade.

 

Sonhar é não limitar-se a limites

sejam eles quais forem,

impostos ou não.

É fazer do impossível o possível

quando e como quiser o coração.

 

Sonhar é viver o passado no futuro

e o futuro no presente.

É ter o se quer

e afastar o que não se deseja

É despertar dentro de si

aquele ser criança.

É almejar a vida...

 

Pra sonhar não é preciso

ter passado, nem presente,

nem cultura, nem riquezas...

Pra sonhar não precisa fazer parte

de uma classe social

de uma faixa etária

ou de qualquer coisa que separe

um ser humano do seu semelhante

É preciso apenas ter esperança

pois sem esperança ninguém vive

e sonhar é viver...

 

Sonhar não é direcionar os pensamentos

ao que pode ser real

Mas sim tornar real,

mesmo que apenas na mente,

o possível e o impossível,

o real e o abstrato

o tudo e o nada

Num tempo e num lugar

a serem definidos

ao belprazer de quem sonha...

 

Sonhar é dar a própria vida

a um sentimento de bem-estar

e, sem restrições,

entregar ao coração as rédeas da razão

É viver com quem se ama

sentindo-se amado.

Sonhar é sair...

       É vaguear...

       É não ter rumo.

       É ter um alvo.

       É não limitar-se.

       É fazer...

       É sentir...

       É amar...

       É ser amado...

       É ter esperança...

       É viver!

 

Sonhar é preciso!

 

 

Telmo

Sampa, 27/04/99.

Veja o que se fez com este poema