Torres do World Trade Center

 

http://www.greatbuildings.com/cgi-bin/gbi.cgi/World_Trade_Center.html/cid_green_039_165.gbi

 

     

     A construção das torres gêmeas do World Trade Center causou impacto na sociedade como um todo. Estes dois prédios se tornaram os edifícios mais altos do mundo entre 1972 e1974, ano em que se finalizou a construção do Sears Tower, conquistando um título que há mais de 41 anos estava em poder do edifício Empire State, inaugurado em 1931. Na época de sua construção, uma das críticas que o prédio recebeu foi que ele era muito desproporcional aos outros prédios próximos, desfigurando a homogeneidade da baixa Manhattan. O arquiteto da obra, porém, afirmava que as torres valorizavam a região e os prédios se tornavam algo único, marcante, um símbolo para Nova Iorque.

                              

http://www.greatbuildings.com/cgi-bin/gbi.cgi/World_Trade_Center.html/cid_wtc_mya_WTC_finished2.gbi

         

     A história do WTC se iniciou em 1966, época em que David Rockefeller, presidente do Banco Chase Manhattan, encontrava-se empenhado em revitalizar a parte baixa da ilha de Manhattan. Como parte de seu plano, David Rockefeller propunha a construção de um complexo destinado ao comércio internacional, incluindo escritórios, um hotel, lojas e um pavilhão para exposições, por acreditar que este seria um empreendimento capaz de estimular o desenvolvimento econômico daquela região da ilha. O próprio Banco Chase Manhattan, naquele momento, construiu nesta região uma torre com 60 andares.

     Com a ajuda de seu irmão Nelson Rockefeller, governador do estado de Nova Iorque na época, David Rockfeller envolveu a Autoridade do Porto de Nova Iorque e Nova Jersey na sua empreitada. A Autoridade do Porto de Nova Iorque e Nova Jersey é o orgão público encarregado de coordenar os projetos públicos na área dos postos de Nova Iorque e Nova Jersey, tais como pontes, túneis, aeroportos, transportes, e considerou-se que seria o organismo adequado a liderar o empreendimento.

                                                                                                           

http://www.greatbuildings.com

 

     Sob a direção da Autoridade do Porto de Nova Iorque e Nova Jersey, as obras de construção tiveram início em 1966. O Complexo do WTC, de autoria do arquiteto Minoru Yamasaki, constituia de sete edifícios, dos quais se destacam as duas enormes torres construídas em uma grande praça.

     Nas duas torres havia 43.000 janelas, 55.700 m2 de vidro,  200.000 toneladas de aço, 323.000 m3 de concreto, 24.300 m2 de mármore, 1.200 banheiros, 40.000 maçanetas, além de terem um CEP próprio.                     

 

         A estrutura das torres do WTC, de autoria dos engenheiros estruturais Leslie Robertson e John Skilling, seguiu o esquema utilizado por Fazlur Khan no John Hancock Center, de Chicago: o tubo.

     A estrutura do WTC era constituída, na verdade, por dois tubos, um dentro do outro. O tubo externo, medindo 63m x 63m, era formado por colunas de aço com 36 cm de largura espaçadas a cada metro, com um espaço entre elas para estreitas janelas de 56 cm de largura. Yamasaki tinha muito medo de altura e, por esta razão, achou que as janelas estreitas tornariam o edifício mais seguro. O tubo interno no centro da torre - abrigando os elevadores, as escadas, os banheiros - tinha 41m x 26m e era constituído por 41 pilares de aço. Os dois tubos eram ligados por treliças com 1m de altura que suportavam o piso. Os pilares eram revertidos com alumínio, o que dava uma cor prateada às barras. Além disso, as torres gêmeas foram os primeiros prédios altos do mundo que foram construídos sem o uso alvenaria. A foto da esquerda, localizada abaixo, mostra uma planta de um pavimento tipo, já a foto da direita evidencia a proximidade entre os pilares.

     

  

http://www.civil.usyd.edu.au/latest/images/wtc_plan.jpg

                   

http://www.greatbuildings.com/cgi-bin/gbi.cgi/World_Trade_Center.html/cid_2896783.gbi

   

 

Dupré, J., Skyscrapers - A history of the world’s most famous and important skyscrapers, Black Dog & Leventhal Publisher, Inc., 1996, p.67

 

     

     Preocupados com a intensa pressão gerada pela alta velocidade dos elevadores e que poderia causar a flambagem dos pilares, foram fixados a eles painéis (drywall) para evitar sua instabilidade.

     O terreno era ocupado pelo rio e a rocha estava a uma profundidade de 21,4 m. A medida que o solo e a rocha iam sendo removidos, a escavação era preenchida com lama afim de manter as paredes da escavação firmes. Blocos de concreto armado eram colocados dentro da lama até quando encostavam na rocha, posteriormente, o concreto era depositado sobre eles.

     A fundação de 45 m2 se tornou a banheira quando endureceu. Esse feito de engenharia foi admirável, porque os túneis recentemente escavados do trem para Nova Jersey ficaram expostos cinco andares acima da rocha, até que a fundação tivesse sido terminada.

 

     O sistema de elevadores vinha sendo um problema para os projetistas de arranha-céus. Afinal, quanto mais alto o edifício, maior a necessidade de elevadores. Porém, a construção dos elevadores acaba ocupando espaço nos andares inferiores, diminuindo a área efetiva dos andares. O sistema de elevadores construído para as torres gêmeas permitiu que os arquitetos e engenheiros pudessem construir edifícios altos, com otimização do espaço de elevadores. Ao invés de transportar todas as pessoas do andar térreo até o desejado, as pessoas, dependendo do andar, deveriam trocar de elevador. Os elevadores das torres gêmeas foram construídos de forma que existissem zonas de elevadores locais e expressos, passando-se de um para outro nos chamados sky-lobbies  

     Por exemplo, quem desejasse ir para o 90o andar, deveria inicialmente tomar um elevador expresso do térreo ao sky-lobby situado no 78o andar, e então, passar para o elevador local que levaria para o 90o andar. Cada elevador tinha capacidade para 55 pessoas e, para facilitar a organização interna, as pessoas entravam em uma porta e saiam por outra. A maioria dos arranha-céus construídos depois das torres gêmeas foi feita com sistema de elevadores semelhantes. Ao lado pode-se ver o sistema de elevadores que era utilizado.

 

                             

            http://people.howstuffworks.com/wtc3.h

A primeira torre foi aberta para uso no final do ano 1970, apesar que os andares mais altos só foram concluídos definitivamente no ano de 1972, sendo que essa torre possuía o restaurante mais alto do mundo, localizado no 107º andar do prédio. Já a segunda torre possuía, no seu topo, o mais alto observatório ao ar livre para ver a vista, localizado no seu telhado. No ano de 1974, um acrobata francês Philippe Petit, caminhou em uma corda que estava esticada entre as duas torres, chamando a atenção do público( como se pode verificar na foto ao lado). Havia 1,7 milhões de pessoas visitantes por ano no obseratório (sendo que o observatório do Empire State recebia  em seu observatório mais de 3,5 milhões de pessoas). Abaixo, há duas fotos. A foto da esquerda retrata uma planta do terreno. A foto da direita evidencia as duas obras já finalizadas.

                

           http://www.illusiongenius.com/WTC.html

 

 

Zaknic I., Smith M., Rice D., 100 of the World’s Tallest Buildings, Hazar publishing Limited , p. 203   

 

 

                        

 

 

 

 

 

 

Zaknic I., Smith M., Rice D., 100 of the World’s Tallest Buildings, Hazar publishing Limited , p. 203

 

      As torres gêmeas foram vítimas de dois ataques terroristas. O primeiro ocorreu no dia 26/2/1993, quando uma bomba foi explodida, causando abalos estruturais na primeira torre,como a queda de paredes e focos de incêndio, gerando 6 mortes e mais de 1000 feridos. No dia 11/9/2001, as torres foram alvo de outro ataque terrorista, sendo que cada uma foi atingida por um avião Boeing 767, o que acabou causando a sua queda e a morte de 2800 pessoas.

 

Ficha Técnica

Nome World Trade Center
Sistema Estrutural Tubo metálico
Função Edifício comercial
Localização Manhattan, Nova Iorque, Estados Unidos
Época da construção 1966 - 1972 (torre 1)

1966 - 1973 (torre 2)

Projeto arquitetônico Minoru Yamasaki & Associates
Projeto estrutural Leslie E. Robertson Associates
Execução Tishman Realty and Construction Corporation
Dimensões Altura da torre  1: 415 m

Altura da torre  2: 417 m

Número de andares: 110

Material Aço, alumínio e concreto
Área total construída 400.000 m²
Elevadores 99 por torre