LOUISIANA SUPERDOME

 

Figura 1
www.neworleansonline.com

 

Associado a uma espaçonave, o Louisiana Superdome aguça os mais variados sentidos de seu espectador, pela sua forma, grandiosidade e imponência. O entorno contrasta-se com a obra tanto esteticamente, quando arranha-céus são interrompidos por uma forma distinta, como conceitualmente, à medida que um espaço destinado ao lazer é envolvido por um centro de negócios (Fig. 2). Além de sua construção ter sido um marco histórico para a cidade de Nova Orleans, nos Estados Unidos, hoje o Superdome ainda é presente na memória dos moradores que o utilizaram como abrigo em 2005 depois da passagem do furacão Katrina.

 

7588_9.JPG

Figura 2
www.superdomephoto.com

 

            A idéia da construção do Superdome surgiu de Dave Dixon, um empresário de Nova Orleans que acreditava que a construção de um enorme estádio contribuiria largamente nos seus esforços de criar na região um time profissional de futebol americano. Aproveitando o clima de disputa política pela prefeitura de Nova Orleans em 1965, Dixon apresentou sua idéia ao candidato à reeleição Victor Schiro. O projeto do estádio foi então apresentado à população e, com o apoio do governador da Louisiana John J. McKeithen, foi aprovado no referendo de 8 de agosto de 1966, além de levar Schiro à reeleição.

            Curtis & Davis (arquitetos de Nova Orleans), Nolan, Norman & Nolan (arquitetos de Nova Orleans), Edward B. Silverstein (arquiteto de Nova Orleans) e Sverdrup & Parcel & Associates (engenheiros e arquitetos de Saint Louis) compunham a associação responsável pelo projeto, ficando encarregada de elaborar desde o estudo preliminar até os detalhes de execução do estádio (Fig. 3 e 4). No entanto, os trabalhos foram diversas vezes interrompidos devido a desentendimentos entre os escritórios associados.

 

Superdome Replica Model

Figura 3
www.ballparks.com
Figura 4
Google Earth

 

 

            Uma proposta diferenciada caracterizaria o estádio por sua flexibilidade. Isto porque sua superfície deveria comportar jogos como futebol americano (9 300m² - Fig. 5A), baseball (13 000m² - Fig. 5B), basquete (5 000m² - Fig. 5C) e outros. Para enquadrar estas modalidades num único espaço, a superfície projetada resultou da soma de um quadrado com um círculo, sendo batizada de “Squircle” (do inglês “square” e “circle”).

            Buscando garantir boa visibilidade aos 72 mil espectadores nos jogos de futebol americano, as arquibancadas também deveriam adaptar-se aos mais diferenciados eventos. Assim, a solução previa uma tribuna superior fixa com formato oval e uma tribuna inferior móvel com 15 mil assentos. Movendo-se sobre trilhos, a tribuna inferior delimita as superfícies de jogo: quando mais afastada estabelece a maior superfície, necessária para o jogo de baseball; adiantada em 15 metros estabelece o campo de futebol americano (Fig. 6) e, quando a parte central de uma das laterais avança até o meio do campo, jogos de basquete ou tênis podem ser assistidos a uma distância muito pequena. A figura 7 mostra em detalhe duas das pontes de acesso às tribunas móveis, quando estas estão adiantadas.

 

Figura 5
Adaptada de Acier-Stahl-Steel

 

Louisiana Superdome

Figura 6
www.sportslighting.com
Figura 7
www.thesportsroadtrip.com

 

 

            A fim de atender às diversas exigências, uma cúpula esférica demonstrou ser a solução estrutural mais conveniente para a cobertura. Esta permitiria a ausência de pilares no campo e um pé-direito mais alto para os jogos de baseball, adequando-se às necessidades do esporte sem comprometer a iluminação.

            Ventos de até 240 km/h provocados pelos furacões nesta região dos Estados Unidos deveriam ser levados em conta no projeto. Modelos reduzidos da estrutura foram submetidos a ensaios em túneis de vento, medindo pressões críticas em 180 pontos (Fig. 8). A gôndola do placar pendurada no centro da cúpula (Fig. 9), além de ser usada nos sistemas de som, iluminação e imagem, pesa 75 toneladas e funciona como contra-peso nos casos em que a estrutura é submetida a forças para cima decorrentes da sucção provocada pelo vento, como no caso dos furacões.

 

Noew Orleans Arena in the wind tunnel 9127-15a.jpg
Figura 8
www.cppwind.com
Figura 9
www.superdomephoto.com

 

 

            Fabricada e montada pela American Bridge Company, a estrutura metálica do Superdome atinge 82,3 metros de altura e sua cúpula possui 207,3 metros de diâmetro. A estrutura da cúpula é formada por seis anéis e seis arcos radiais principais formados por treliças, com altura de 2,23 metros. A figura 10 mostra um desenho esquemático da cobertura vista por cima e a figura 11 mostra a estrutura em treliça de um dos arcos. Os anéis e os arcos são interligados por meio de nervuras metálicas em forma de diamante, preenchendo a superfície da cobertura. A função dos anéis, sujeitos à tração, é comprimir diametralmente a cúpula, conferindo-lhe rigidez e forma.

 

Figura 10
Acier-Stahl-Steel

 

Figura 11
Acier-Stahl-Steel

 

 

            O anel de base apóia-se sobre a estrutura inferior do estádio por meio de 96 pêndulos de 2,45 metros de altura. Estes pêndulos são articulados nas duas extremidades por meio de pequenos eixos posicionados paralelamente ao anel, permitindo o movimento dos pilares para dentro e para fora da estrutura. Assim, a cúpula pode sofrer efeitos térmicos de dilatação e contração de até 15 cm, deslocando-se independentemente da estrutura inferior.

            Com capacidade para 5 mil veículos, o estacionamento em concreto sustenta a estrutura metálica do estádio (Fig. 12). O revestimento lateral externo é feito por painéis metálicos em sanduíche, compostos por uma chapa de aço, um isolamento em fibra de vidro e uma folha de alumínio anodizado. Na cúpula, são utilizadas chapas de aço com isolamento térmico de poliuretano e uma camada de um elastômero impermeável chamado hypalon (Fig. 13).

 

8021-20a.jpg
Figura 12
www.superdomephoto.com
Figura 13
www.superdome.com

 

            A construção iniciou-se no dia 11 de agosto de 1971 sobre o antigo cemitério de Girod Street, no Central Business District em Nova Orleans. Foram usados 132 mil metros cúbicos de concreto, 18 mil toneladas de aço estrutural, 50 mil metros quadrados de chapas de alumínio anodizado, totalizando aproximadamente 700 milhões de dólares em cifras atuais. A maior parte das vigas de aço da cobertura foi erguida por helicópteros, o que acelerou a execução da obra. A cúpula foi sustentada por 37 torres de montagem que só foram retiradas lentamente no dia 12 de julho de 1973, estabelecendo o recorde mundial para a categoria (maior estrutura fixa em forma de cúpula), que somente seria superado em 1992 pelo Geórgia Dome em Atlanta.

            A seqüência de fotografias da figura 14 mostra as etapas da construção do Louisiana Superdome:

 

H02.JPG
 

H06.JPG

 

H10.JPG

 

H13.JPG

 

H09.JPG

 

H15.JPG

 

 

Figura 14
www.superdomephoto.com

 

            Inaugurado no dia 3 de agosto de 1975, o Superdome foi definido como sede do New Orleans Saints, o time profissional de futebol americano de Nova Orleans (Fig. 15 e 16). Desde então, o estádio abrigou diversos eventos esportivos, feiras, convenções e concertos como o dos Rolling Stones em 1981, quando estabeleceu o recorde de público em um evento coberto (87 500 espectadores).

 

H20.JPG
Figura 15
www.superdomephoto.com

 

Figura 16
www.superdomephoto.com

 

           

Usado como abrigo para milhares de pessoas em agosto de 2005 durante o furacão Katrina, o Louisiana Superdome sofreu diversos danos devido aos ventos e às inundações (Fig. 17 e 18). Apesar de não ter sofrido danos estruturais, sua reforma incluirá substituição das chapas metálicas do revestimento externo, nova impermeabilização da cobertura e troca da decoração interna danificada. Seu custo foi estimado em 139 milhões de dólares e o estádio só deverá ser reaberto em novembro de 2006.

 

Figura 17
www.thenewstribune.com
Figura 18
www.lufkindailynews.com

 

 

Ficha Técnica

Nome Louisiana Superdome
Sistema Estrutural Cúpula em treliça
Função Eventos esportivos e culturais
Localização Nova Orleans, Estados Unidos
Época da construção 1971 - 1975
Projeto Curtis & Davis; Nolan, Norman & Nolan ; Edward B.

Silverstein; Sverdrup & Parcel & Associates

Construção da estrutura metálica American Bridge Company
Dimensões Área Coberta:                                          34 000 m²

Público:                                                        72 000

Altura:                                                         82,3 m

Diâmetro da cúpula:                              207,3 m

Material Aço estrutural e chapas de aço anodizado

 

 

 

Bibliografia:

 

-         Acier-Stahl-Steel, 1974, volume 3 p.113;

-         www.superdome.com;

-         www.greatbuildings.com;

-         www.wikipedia.org;

-         www.neworleansonline.com;

-         www.sfo.com;

-         www.structurae.de;

-         www.lpb.org;

-         www.clarionherald.org.