Ponte Golden Gate

 

http://www.travelphotonet.com/e/america/california/california02.html

 

A ponte Golden Gate, localizada na entrada da baía de São Francisco (EUA), é considerada um marco na construção de pontes pênseis. Concluída em 1937, com o maior vão até então atingido, 1.280 m, a ponte manteve o título de a mais longa do mundo até 1964, ano em que foi inaugurada a ponte Verrazano Narrows (NY), com  1.298 m de vão.

Apesar de hoje ser difícil imaginar São Francisco sem a ponte Golden Gate, na época de sua construção muitos duvidavam do seu sucesso. Fatos como a devastação causada pelo terremoto de 1906, a Primeira Guerra Mundial e a oposição daqueles que acreditavam que tal obra comprometeria a beleza da baía de São Francisco deixavam as pessoas inseguras em relação à ponte.

http://community.webshots.com/album/29373218IfUKtfiBoU

http://www.photosofoldamerica.com/pages/230H.htm

Além da falta de apoio da população, outro grande desafio encontrado para a realização dessa ousada idéia foi o projeto. Enquanto o clima e o risco de terremotos exigiam uma estrutura rígida e segura, a intensa navegação existente na região exigia um grande vão livre. Além disso, o local  necessitava de uma arquitetura que correspondesse à sua beleza natural.

Dentre várias propostas, a que mais agradou foi a do veterano em pontes Joseph B. Strauss (ver foto ao lado), que foi escolhido como engenheiro chefe da obra. Ele e seu principal assistente, Charles Ellis, sugeriram como solução uma ponte com 27,4 m de largura suspensa por cabos de aço e por duas torres de 227,4 m de altura. De acordo com o projeto, as torres, cada uma constituída por um par de colunas verticais ligadas por vigas horizontais, deveriam distar uma da outra 1.280 m, vão jamais alcançado antes.

http://www.sfmuseum.org/hist9/mcgloin.html

Bridges – Three thousand years of 

defying nature (Pag. 105)

Embora o projeto tenha sido aprovado pelo Departamento da Guerra em dezembro de 1924, os inúmeros processos contra a execução da ponte e a crise de 1929 adiaram o início da obra para janeiro de 1933.  Iniciada a construção, começaram a surgir algumas dificuldades construtivas. A fundação da torre sul, por exemplo, tinha como melhor posição um local situado a 335 m da praia, a uma profundidade de 30 m. Para resolver este problema, a equipe de Strauss teve que construir, neste lugar, uma rocha artificial de concreto para servir como base da torre (ver figura ao lado). Já a torre norte, construída sobre uma rocha próxima ao penhasco de Marin, a apenas 6 m de profundidade, não apresentou grandes problemas.

Construção da Golden Gate.

A suspensão dos cabos de aço é um outro exemplo de obstáculo encontrado durante a obra. Cada um dos dois principais cabos da ponte, formado por mais de 27.000 fios de aço, pesa 7.125 toneladas. Como na época não existia nenhum guindaste que conseguisse levantar tal peso, foi decidido que os cabos seriam produzidos no local, sendo os fios de aço transportados de um extremo ao outro da ponte por meio de uma roldana móvel (ver foto ao lado). Esse método, que havia sido desenvolvido para a construção da ponte do Brooklyn em Nova York, permitia o transporte de 24 fios de aço de uma só vez.

http://americahurrah.com/SanFrancisco/GoldenGateBridge/

6-CableSpinning.htm

http://www.goldengatebridge.org/photos/current.html

Para proteger a ponte dos fortes ventos e do ar salgado da região, iniciou-se, como etapa final da obra, a fase de pintura. A cor escolhida pelo arquiteto Irving Morrow, laranja internacional, teve como objetivos destacar a ponte em meio à neblina local e harmonizar a construção com o ambiente natural da baía de São Francisco.

Depois de quatro anos de construção, em 27 de maio de 1937, a ponte foi oficialmente aberta. Neste dia, que recebeu o nome de "Dia do Pedestre", ela só pôde ser cruzada a pé, e 200.000 pessoas o fizeram (ver fotos). No dia seguinte, ela foi aberta ao tráfego de veículos.

 

http://www.co.marin.ca.us/depts/lb/main/crm/photoalbums/

goldengatebridgealbum/ggb28.html

 

http://americahurrah.com/SanFrancisco/

GoldenGateBridge/9-OpeningDay.htm

 

Clique aqui para dar um passeio pela Golden Gate

Mais fotos

 

http://sunsite.berkeley.edu/FindingAids/dynaweb/calher/

ggbridge/figures/I0036989A.jpg

 

http://sunsite.berkeley.edu/FindingAids/dynaweb/calher/

ggbridge/figures/I0036714B.jpg

 

http://sunsite.berkeley.edu/FindingAids/dynaweb/calher/

ggbridge/figures/I0036732B.jpg

 

http://sunsite.berkeley.edu/FindingAids/dynaweb/calher/

ggbridge/figures/I0037058A.jpg

 

http://sunsite.berkeley.edu/FindingAids/dynaweb/calher/

ggbridge/figures/I0036916B.jpg

 

http://sunsite.berkeley.edu/FindingAids/dynaweb/calher/

ggbridge/figures/I0036955A.jpg

 

http://www.civilzone.com/photo/cable5.html

http://www.civilzone.com/photo/cable5.html

Curiosidades

 

Medidas de segurança como o uso de capacetes e de redes contra quedas foram exigidas por Strauss durante a construção da Golden Gate. Dos trinta trabalhadores que caíram da ponte, a rede salvou a vida de dezenove.

Ao contrário do que muitos pensam, a Golden Gate não é pintada do começo ao fim todos os anos. A ponte foi pintada completamente apenas duas vezes, uma em 1937 e outra durante o período de 1965 a 1995. O que realmente ocorre é que a sua pintura está sempre sendo retocada.

O custo total da Golden Gate foi de 27 milhões de dólares, sendo que Strauss finalizou a construção com apenas cinco meses de atraso e com 1,3 milhões de dólares abaixo do orçamento.

Pelo seu trabalho na execução da Golden Gate, Strauss recebeu um milhão de doláres e mais o valor arrecadado com o pedágio da ponte pelo resto de sua vida. Contudo, Strauss aproveitou pouco este prêmio vitalício, pois faleceu um ano depois da abertura da ponte.

 

Ficha Técnica

Nome Golden Gate Bridge
Sistema estrutural Ponte pênsil
Função Ponte rodoviária
Localização Entrada da baía de São Francisco, Califórnia, Estados Unidos
Época da construção 1933 - 1937
Projeto Joseph Strauss, Charles Ellis
Execução Roebling & Sons
Dimensões Comprimento total: 2.737 m

Vão central: 1.280 m

Vãos laterais: 343 m

Altura das torres: 227,4 m

Largura do tabuleiro: 27,4 m

Altura do tabuleiro sobre a água: 67 m

Altura da treliça do tabuleiro:  7,6 m

Cabos principais Comprimento: 2.332 m

Diâmetro: 0,92 m

Número de fios em cada cabo:  27.572

Peso dos cabos principais, dos cabos suspensos e dos acessórios: 22.200.000 kgf 

Deslocamentos no centro do vão Máximo deslocamento transversal: 8,4 m

Máximo deslocamento para baixo: 3,3 m

Máximo deslocamento para cima: 1,77 m

Materiais Aço e Concreto
 

Bibliografia

BROWN, D.J. Bridges – Three thousand years of defying nature. London: Mitchell Beazley, 1999. p.104-105.

DUPRÉ, J. Bridges. New York: Black Dog & Leventhal Publishers, 1997. p.82-83.

ALLEN, L. et al. The builders – Marvels of engineering. Washington: National Geographic Society, 1992. p.66-67.  

<http://www.lib.berkeley.edu/news_events/exhibits/bridge/gate_1.html>. Acesso em: 22 de out. 2003.

 

Esta página é melhor visualizada na resolução 1024X768.